sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Motivos florais em croché

Fiz estes motivos florais em croché decorados com contas.
O diagrama é daqui:


Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.
Porque eu já estou sendo oferecido por aspersão de sacrifício, e o tempo da minha partida está próximo.
Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.
Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda.
2 Timóteo 4:3-8

Reciclagem de bobine de linha de croché

Estas bobines de cartão das linhas de croché, especialmente de 100 grs, são excelentes para reciclar.
Fiz um fundo em cartão preto e colei à borda. 
Depois com papel decorativo decorei o lado de fora da bobine e fundo por fora e por dentro. 
Decorei com renda de papel adesiva azul e com flores de croché.


quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Marcador de livro

Fiz este marcador de livro com fita violeta fina e com contas metálicas e azuis transparentes. Este marcador foi feito para marcar páginas em agendas ou livros mais pequenos.


segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Caminho em croché

Fiz este caminho de croché a partir de um gráfico que tirei da net. Era um gráfico para um apoio de copos, mas decidi fazer um caminho para a mesa da cozinha.


sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Bordado com pedraria

E mais um travessão com bordado a pedraria. Desta vez usei as conchas e pérolas para formar a forma de borboleta.



Então os discípulos, aproximando-se de Jesus em particular, disseram: Por que não pudemos nós expulsá-lo?
E Jesus lhes disse: Por causa de vossa incredulidade; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível.
Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum.
Mateus 17:19-21

Toalhinha delicada em croché

Uma toalhinha lindíssima em croché com motivos redondos e quadrados alternados, e com gráfico em:


quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Toalhinha em croché branca

Fiz esta toalhinha em croché com linha branca e costurei flores rosinhas.
O gráfico que eu usei é daqui:
http://robotkidoni.blogspot.pt/2014/01/maa-owalna-serwetka.html


domingo, 3 de dezembro de 2017

Papel decorativo: quatro estações

Papel decorativo que eu criei: Quatro Estações. Para decoupage ou outros trabalhos.

Para ampliar, basta clicar nas imagens.

Primavera

Verão

Outono
 

Inverno

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Centro para mesa em croché

Centro para mesa em croché com gráfico em:


Como as águas profundas é o conselho no coração do homem; mas o homem de inteligência o trará para fora.
A multidão dos homens apregoa a sua própria bondade, porém o homem fidedigno quem o achará?
Provérbios 20:5,6

Jacintos em papel

Um tutorial com fotos para fazer jacintos em papel com técnica de quilling:


quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Cactos alfineteiros em croché

Uns belos cactos alfineteiros em croché, com gráfico e receita no site da Círculo:


domingo, 26 de novembro de 2017

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Caminho em croché clássico

Um belíssimo caminho em croché clássico, com receita em inglês em:


Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.
Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna.
Gálatas 6:7,8

Tutorial para Croché Wiggly

Um fantástico tutorial, como é costume neste blog, para fazer um tapete em croché wiggly:
https://falandodecrochet.blogspot.pt/2017/11/tapete-de-crochet-crochet-file-ponto.html


quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Bolo de abóbora manteiga e limão

Fiz este bolinho para o fim de semana. Fiz no Sábado à noite para comermos no Domingo.

Ingredientes:
Uma abóbora manteiga
3 chávenas de farinha de aveia
2+1 chávenas de leite de arroz ou aveia
1+1/2 chávena de açucar mascavado
1 pitada de flor de sal
1 limão
1 chávena de cacau em pó
1 colher de café de bicarbonato de sódio
1 colher de sopa de vinagre de sidra
1/2 chávena de óleo de coco
Pepitas de cacau ou quadrados de chocolate negro (sem leite)

Fiz assim:
Lavei a abóbora manteiga e abri-a ao meio, no sentido longitudinal. 
Com uma colher retirei as sementes.
Coloquei as duas metades numa travessa pirex com a casca virada para baixo, e levei ao forno a 250ºC durante 1 hora.
Depois de assada, retirei a abóbora do forno e deixei arrefecer.

Quando a abóbora ficou fria, retirei a polpa com uma colher para a travessa de pirex. 
Juntei a farinha de aveia e 2 chávenas de leite de arroz e evolvi tudo.
Se a massa ficar muito grossa, junta-se mais 1/2 a 1 chávena de leite de arroz e volta-se a envolver tudo.
Juntei 1 chávena de açucar mascavado e uma pitada de flor de sal.
Lavei um limão e juntei a raspa e o sumo do limão.
Juntei 1 chavena de cacau em pó e envolvi tudo até obter uma massa homogéneo.
Provei e estava doce o suficiente para nós em casa. Dependendo da doçura da abóbora e do gosto de cada um, pode ser necessário juntar mais 1/2 chávena de açucar mascavado.
Por fim, juntei o bicarbonato de sódio e o vinagre (são o fermento) e envolvi tudo. É nesta fase, que também se adiciona o óleo de coco, mas eu esqueci! Felizmente, funcionou à mesma!

Parti quadrados de chocolate negro e enterrei-os com os dedos na massa.
Levei ao forno a 220ºC durante cerca de 40 minutos.
Quando se retira do forno, o bolo precisa descansar alguma horas para secar. Este ficou a noite toda.
No dia seguinte, tinhamos bolinho delicoso para o pequeno-almoço :) 


O sapinho na foto foi imprimido em branco na impressora 3D do marido, e pintado por mim.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Pudim de banana e morango

Fiz este pudim de banana e morango muito simples e muito delicioso.

Ingredientes:
3 colheres de chá de agar-agar
500ml de leite de arroz
3 bananas grandes e maduras
uma mão cheia de morangos
vagem de baunilha

Fiz assim:
Num tacho pequeno ferva o agar-agar em 250ml de leite de arroz, durante 5 minutos.
Entretanto descasque as bananas e parta em bocados pequenos para dentro do copo do liquidificador. 
Lave e retire as pés dos morangos e coloque junto com as bananas. 
Corte a vagem de baunilha a meio e junte apenas uma das metades à fruta (guarde a outra metade da vagem de baunilha).
Junte os outros 250ml de leite de arroz à mistura.
Tape o copo do liquidificador e bata tudo até ficar um creme bem homogéneo.
Quando o agar-agar estiver bem dissolvido, tire a tampa mais pequena do copo do liquidificador. Despeje em fio o agar-agar ao creme, através da abertura do copo, batendo na velocidade mais baixa.
Quando tiver despejado todo o agar-agar, bata tudo na velocidade média, durante 1 minuto.
Despeje em tacinhas individuais e leve ao frigorifico até soldificar.

Decorei com morangos cortados e raminhos de hortelã.